in

O hospital declara bebê morto, mas a caminho do funeral pai ouve um barulho que causa pânico

Essa história que aconteceu na Índia, a situação me enfurece. Isso não jamais deveria acontecer em um hospital!

Eu, particularmente, tenho um enorme respeito pelos hospitais e pela equipe que neles trabalham. Mas nesta história que aconteceu na Índia, a situação me enfurece. Isso não jamais deveria acontecer em um hospital!

No dia 30 de novembro, dois gêmeos nasceram na Índia, em Dehli, no Hospital Max. O nascimento foi prematuro. Infelizmente, um dos gêmeos, a menina, não sobreviveu. Ela nasceu morta.

Já seu irmão recebeu cuidados intensivos, pois seu coração não estava batendo regularmente. Os médicos fizeram de tudo para salvar sua vida.

Twitter/ANI
Twitter/ANI

Infelizmente, os médicos não conseguiram fazer nada e declararam sua morte como fizeram com sua irmã. Os pais dos gêmeos tiveram que aceitar a noticia e ficaram arrasados. O recém nascido foi colocado em uma bolsa de polietileno, segundo o jornal The India Times.

Mas quando seu pai, Amish, pegou o bebê para enterrá-lo, quase morreu de susto. Ele percebeu que o recém-nascido estava se mexendo dentro da bolsa.

“Ele imediatamente abriu a bolsa e descobriu que o bebê ainda estava respirando”, relatou o tio do garoto ao jornal The Epoch Times.

Twitter/ANI
Twitter/ANI

Foram imediatamente ao hospital

Eu não gostaria de passar por essa situação nem em meus piores pesadelos. Amish reagiu imediatamente e levou o bebê ao hospital mais próximo.

A situação do recém nascido era crítica, mas ele ainda estava vivo. No hospital, eles informaram que o bebê tinha uma forte infecção.

“O hospital nos ligou pela manhã, eles disseram que nenhuma negligência havia sido cometida por sua parte. Um médico do hospital comentou que era um “milagre médico”. Nós dissemos a eles que não queríamos ouvir suas explicações, mas não nos ouviram”, relatou o pai.

O Max Hospital em Delhi emitiu uma nota dizendo “que eles estavam profundamente afetados e preocupados com este caso extremamente raro”

Os médicos foram demitidos

Infelizmente, o recém-nascido morreu alguns dias depois. Após uma semana em terapia intensiva, o bebê morreu no dia 5 de dezembro, à tarde, segundo o porta-voz da polícia.

Uma investigação foi realizada e descobriu-se que um eletrocardiograma não tinha sido realizado para verificar se o bebê estava vivo. Os médicos entregaram o corpo do bebê aos pais sem nenhum tipo de relatório escrito.

Satyendar Jain, ministro da saúde do país, ameaça deixar o hospital sem licença. Dois médicos do Hospital Max, envolvidos no caso, já foram demitidos.

“Essas medidas drásticas não são tomadas porque os médicos fizeram algo errado”, afirma o hospital. “Mas as medidas devem ser consideradas como um sinal do enorme compromisso de melhorar o nível do sistema de saúde”

Infelizmente, houve uma grande tragédia no qual muitos foram envolvidos. Espero que essa situação não aconteça novamente. Compartilhe este artigo no Facebook se você se solidariza com Amish

FAÇA UM COMENTÁRIO

[TESTE] Qual sua idade mental de acordo com a ciência?

Bebê nasce com saco gigante sobre seu rosto, mas após 9 horas de cirurgia o resultado é emocionante