in

Este leão viveu trancado por 20 longos anos, agora veja sua reação ao ser liberto… Emocionante!

A parte de trás de uma pickup não é um lugar adequado para um animal viver, especialmente um leão adulto. Mas infelizmente foi exatamente isso que aconteceu com o leão Mufasa.

Adoro animais e posso te dizer com certeza absoluta que a parte de trás de uma pick-up não é um lugar adequado para um animal viver, especialmente um leão adulto. Mas infelizmente foi exatamente isso que aconteceu com o leão Mufasa.

Ele foi forçado a viver assim, quando o levaram de um lugar para outro viajando com um circo ambulante no Peru. Ser uma atração para os outros não é um argumento para ter que viver em uma jaula nessas condições, mas isso é exatamente o que aconteceu.

Nos dias atuais ainda existem muitos animais que vivem como Mufasa – vivem para se apresentar em circos, zoológicos e outros tipos de shows. Os pobres animais são obrigados a viver em espaços estreitos e nunca têm a oportunidade de viver a vida que merecem.

O leão foi encontrado acorrentado na parte de trás de uma pick-up. Ele tinha vivido assim há 20 anos, forçado a uma vida que ele não merecia.

Fonte da foto: YouTube
Fonte da foto: YouTube

Mas Mufasa teve sorte na má sorte – sua situação melhorou quando uma organização animal conseguiu liberá-lo depois de vários meses de luta e trabalho.

Agora ele encontra-se muito melhor. Ele já não vive mais uma vida cheia de insegurança, onde era usado como atração de circo. O leão agora tem a oportunidade de viver a vida que todos os animais merecem – a vida em liberdade, e poderá passar seus últimos anos na selva junto com outros leões.

Fico feliz em saber que esta história teve um final feliz. No vídeo abaixo, você pode ver os primeiros passos na liberdade de Mufasa.

Nenhum animal merece ser maltratado. Se você ama os animais, compartilhe isso para que juntos possamos conscientizar as pessoas. 
FAÇA UM COMENTÁRIO

O mistério do monge budista cujo corpo não se decompõe… Bizarro!

10 mensagens que os sonhos lhe dão e você não deve ignorar